VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

AMULETOS DA SORTE - 01



Blog da Esotérica Ivanih Bianco
Consultas com hora marcada, pessoalmente ou por telefone (Pagamento por depósito bancário) Ligue e marque seu horário:
19-3462-9248 - Americana-SP


Ninguém sabe ao certo onde ou quando surgiu o costume de usar amuletos para atrair proteção e boa sorte. Esses pequenos objetos imantados por energias mágicas figuram em todas as culturas desde a Antiguidade. A eles são atribuídos os poderes de transformar o destino, espantar o mau-olhado e atrair fortuna, amor e saúde.
O significado varia conforme o formato e o símbolo que carregam: “Os amuletos revelam nossa visão mágica do mundo. Seja qual for a origem ou o instrumento escolhido, a finalidade desses aparatos é a mesma: buscar ajuda divina para que os desejos de quem os usa se manifestem”.

FIGA: de acrílico, esta peça é releitura irreverente de um dos amuletos mais populares: a figa. De acordo com a tradição afro-brasileira, ela dá sorte e proteção. “fecha o corpo”, deixando quem a usa salvo de agressões físicas e espirituais. Simbolicamente,a  mão com o polegar alojado entre o dedo indicador e o médio remete ao ato sexual. Por isso, não são poucas as culturas que a empregaram como símbolo de fertilidade

PULSEIRA DE PROTEÇÃO: este amuleto é composto por sete pingentes. Além do poder individual atribuído a cada um deles, ele ainda irradia as vibrações do número sete. São sete os céus no budismo, sete os braços do candelabro judaico e sete as linhas dos orixás na umbanda.
Entre os pingentes, o Sol e a Lua simbolizam o masculino e o feminino. A figa traz sorte, o coração evoca o amor, a chave abre os caminhos, a moeda chinesa atrai fortuna e prosperidade, enquanto a pomba do Espírito Santo protege.

AGNUS-DEI- o nome vem do latim, significa “cordeiro de Deus” e está relacionado a Jesus, a quem São João Batista se referia utilizando essa expressão. É símbolo de proteção e, conforme o costume cristão, deve ser abençoado e utilizado todos os dias. Em geral, o agnus-dei tem a forma de coração e traz essa inscrição no centro.

OLHO GREGO –utilizado como pingente ou objeto de decoração, sua principal finalidade é proteger contra energias negativas, mau-olhado, inveja. Seja qual for o tamanho, a peça deve ser sempre azul e de vidro.
Essa cor absorve e filtra as vibrações nocivas. Já o vidro costuma rachar quando saturado de energia- sinal de que o amuleto cumpriu sua função. Os cacos devem ser jogados fora e peça substituída por uma nova. Quando usado, para a proteção do ambiente, deve ser fixado perto da porta de entrada de modo que não fique balançando, pois assim ele perde sua eficiência.

ESCAPULÁRIO- trazendo a imagem de Nossa Senhora do Carmo atrás e a do Sagrado Coração de Jesus à frente, o escapulário é utilizado como escudo protetor. Também conhecido como Betinho do Carmo, existe desde o século XII e é uma das formas de devoção a essa santa. No dia-a-dia, deve-se sempre rezar uma oração para si, para a igreja e para as carmelitas.

CRUZ- diferentemente do que se imagina, a cruz não é um símbolo exclusivo do cristianismo. É um dos signos universais mais antigos, com registro nas culturas egípicia, chinesa, babilônia e também mexicana e peruana. Curiosamente, os significados da cruz são semelhantes nas várias religiões: remetem a ressurreição, fertilidade e recriação.

TALISMÃ DO BRASIL- o portador deste amuleto está protegido por vários símbolos. A fita do Bom Fim concede três graças e a pimenta e o alho guardam contra mau-olhado. A ferradura com a inscrição do número 13 e a figa adicionam sorte ao conjunto. A chave abre caminhos e o colar com as sete linhas oferece a bênção e proteção dos orixás, as divindades da umbanda e do candomblé.

Axé