sábado, 31 de março de 2018

A Páscoa no Mundo




Bélgica e França


Nesses países, os sinos das igrejas não tocam entre a Sexta-Feira da Paixão e o Domingo de Páscoa. Diz a lenda que os sinos voam para Roma até a Páscoa e, no caminho de volta, deixam cair ovos, que as crianças devem encontrar. As crianças belgas fazem ninhos de palha e os escondem na grama, esperando que o coelho da Páscoa os encha de ovos. 


Bulgária


Os búlgaros colorem ovos cozidos na Quinta-Feira Santa, após a missa. Os pães pascais também são uma tradição muito forte: podem ser pequenos ou grandes, mas sempre decorados. O pão é chamado "kolache" ou "kozunak". Seu sabor é semelhante ao do panetone brasileiro. Um desses desses pães é especialmente decorado incrustando-se ovos vermelhos nele (sempre em números ímpares) e levado à igreja na madrugada de sábado, para uma sequência de liturgias. Após esses eventos, os pães e ovos são abençoados e levados de volta para casa. Com esses alimentos presenteiam-se amigos turcos da família (que se sentem muito honrados e retribuem com dinheiro), os chamados pais espirituais (padrinho e madrinha), pais biológicos e todos os outros parentes e amigos. Os ovos são quebrados após a missa da meia-noite e durante os próximos dias. Um dos ovos é quebrado na parede da igreja (e esse é o primeiro ovo a ser comido após o jejum de Quaresma). Outro ritual, o da quebra de ovos, acontece após o almoço de Páscoa. Cada pessoa escolhe um ovo e, então, cada um a sua vez, bate seu ovo contra o dos outros. Aquele que ficar com o seu ovo inteiro por último terá um ano de sorte. 


Estados Unidos


A atividade mais comum nos Estados Unidos é a caça ao ovo de Páscoa. Os ovos cozidos, decorados com tintas, são escondidos e as crianças devem encontrá-los. Em comunidades menores, as crianças da cidade se reúnem em praças para encontrar os ovos, escondidos por todo lugar. A Páscoa na Casa Branca, sede do governo norte-americano, reúne pessoas de todo o país. A tradição vêm do início da década de 1870, quando crianças brincavam, durante a Páscoa, no gramado do Capitólio, em Washington D.C. Elas levavam seus ovos cozidos e os rolavam na grama para ver quem conseguia mandar o ovo mais longe. Em 1877, uma lei proibiu a atividade, mas o presidente Rutherford Hayes, em 1878, liberou o gramado sul da Casa Branca para a rolagem de ovos. Hoje, o evento (gratuito) tem ingressos colocados à disposição de crianças entre 3 e 6 anos, acompanhadas dos pais, que participam de diversas brincadeiras em volta da Casa Branca, até seu momento de rolar ovos no gramado. 


Índia


Os hindus têm um festival chamado Holi. É o momento em que toda a população de religião hindu reúne-se para lembrar, dançando e tocando flautas, como o deus Krishna apareceu. Comidas especiais são feitas para a ocasião e todos visitam seus amigos, experimentando as comidas de cada um. É costume também que o dono da casa marque a testa de seus convidados com um pó colorido. 

México

Nesse país é popular a "malhação de Judas", o apóstolo que traiu Jesus. Ao meio-dia do Domingo de Páscoa, bonecos representando Judas são socados, enforcados e queimados. Em algumas cidades, Judas também é representado por uma piñata, um jarro cheio de doces que as crianças devem tentar quebrar, espalhando doces para todos os presentes. 




Oriente Médio 




 A cerimônia do lava-pés é um dos pontos altos da comemoração. Na Quinta-Feira Santa, os padres convidam mendigos a entrar e lavam seus pés e lhes dão presentes, para lembrar o ato de Jesus Cristo. 


Suécia


Os suecos mantêm uma relação extremamente solene com a Semana Santa. Fazer casamentos e batizados nessa época é considerado inapropriado. Mas esse quadro, aos poucos, vem mudando: já há alguns anos os cinemas estão abrindo na Sexta-Feira da Paixão. Devido ao clima do país, as palmas do Domingo de Ramos costumam ser substituídas por ramos de salgueiro. De tão ligada a essa liturgia, a folha de salgueiro ficou conhecida como "palma" pelos suecos. As tradições pascais da Suécia e de outros países escandinavos lembram muito o Halloween norte-americano. Na Quinta-Feira Santa ou na véspera da Páscoa, as crianças suecas vestem-se como bruxos e visitam seus vizinhos, deixando um cartão decorado (a "carta de Páscoa") e esperando receber um doce ou dinheiro em troca. Esse costume tem origem numa lenda local, que dizia que durante a Páscoa, a atividade de bruxas e bruxos crescia muito. A tradição das "cartas" é especialmente difundida no oeste da Suécia, onde também é costume colocar essas cartas nas caixas de correios ou por debaixo das portas sem ser visto. A identidade de quem enviou o cartão é sempre secreta. Os suecos também entregam ovos cozidos decorados durante a Páscoa, mas nem de longe tão elaborados como em outros países da Europa. 




 Axé

quinta-feira, 29 de março de 2018

NÃO TENHO TEMPO


Joãozinho já rezou Hoje?
- Ah, eu esqueci! Fui jogar tênis.
Paulinho já rezou Hoje?
- Estou tão ocupado que nem tive tempo e quero dormir.
Rosinha já rezou Hoje?
- Eh mãe de novo com essa caretice, estou muito ocupada e já fiz isso esses Dias.
Paula já rezou Hoje? Agradeceu pelo seu Dia?
- Mãe, pare com isso! Estou ocupada no telefone, combinando o Passeio para o final de semana com a turma, reze você para Mim e não me encha o saco, estou sem tempo.

São tantas e tantas pessoas, jovens e adultos que dizem não ter tempo para Deus, uma vez que trabalho, estudo e diversão ocupam todo o tempo.
Chegou o fim de semana da turma, acordaram cedo, corre-corre de malas, roupas, comidas, enfim foram Acampar.
Lá atrás a mãe de um deles diz:
- Pessoal, pediram proteção para Deus?
Um dos jovens diz baixinho:
- Lá vem à caretice, já estamos protegidos e depois é final de semana!
Pegaram a estrada, após alguns kilometros furou o pneu do carro, já começaram a xingar e, começou a chover. De repente, bateram o carro em um barranco, não foi nada grave, então continuaram a viagem xingando, maldizendo o tempo, a estrada, os sermões dos Pais, enfim o fim de semana.
Chegaram ao camping, muita chuva, lama e quase ninguém, mas enfim: Armaram a barraca e, cada um entrou na sua e ficaram sem fazer nada, de repente apareceu um Anjo para um deles e disse: Nossa, que tempo! O que faz?
- Eu nada, estou aqui a toa, corremos a semana toda com a preparação dessa droga de viagem pra chegar aqui e ficarmos isolados com esse tempo.
O anjo disse:
- Isso é pra vocês aproveitarem esse tempo, esse silêncio para agradecerem a Deus por estarem aqui muito bem, pois furou o pneu e graças a Deus não aconteceu nada de ruim, bateram no barranco e também não aconteceu nada de pior e, essa chuva é para limpar os palavrões que disseram até chegar aqui, essa chuva está servindo para vocês se isolarem e usarem esse tempo pra Deus, pedir, fazer e agradecer, jamais diga que não tem tempo para Deus, pois vocês só estão bem graças a seus pais que estão lá orando para vocês, não se esqueçam nunca de agradecer, e você não come todos os dias?
- Claro que sim!
Então, disse o anjo, o seu espírito também precisa de Alimento quando sair de viagem ou mesmo no dia a dia, assim a sua vida vai tomar um rumo, com alegria, paz, harmonia e felicidade; não se esqueça disso, dedique uns minutos para Deus, que com certeza você também terá a sua recompensa. Deus encontrou tempo para te ajudar, então retribua.
Axé!

quarta-feira, 28 de março de 2018

O pedido: A melhor forma de pedir a Deus


É típico dos povos ocidentais a prática de pedidos de favores terrestres a Deus. Quando o homem não consegue com suas próprias mãos, Deus é visto como a última instância para a realização dos seus desejos. Mas há vezes que o homem não tem disposição para lutar pelo que deseja e vai logo à última instância. É chegada a hora de fazer o pedido. Uns ajoelham-se aos pés das imagens de santos ou cruzes e fazem seus pedidos, alguns deles chegam até a fazer promessa: se Deus realizar seu desejo promete pagar com um ano de abstenção a determinado alimento, ou rezar tantos Pais Nossos, ou ainda subir a escadaria da igreja de joelhos. Está tudo errado!
Em primeiro lugar Deus não é anão; por que falar com Deus de joelhos? Não é ficando de joelhos que alcançamos o coração de Deus; é com a retidão de caráter e um coração amoroso. Em segundo lugar Deus não é o empresário dos céus para negociar milagres; Deus não nos quer em forma de sacrifício, ele nos quer justos e amáveis. Bem, mas feito o pedido com fervor a Deus, esperamos em curto prazo de tempo a sua efetivação, afinal lhe prometemos algo! Se o pedido não é atendido de imediato, nos desesperamos e indagamos: Por que Deus não nos atende?
Pedir a Deus não é pecado; pecado é tentar negociar nossa estupidez de igual para igual com a sua infinita bondade. Nós sabemos o que queremos, mas é Deus que sabe o que é melhor para a gente. Se pedimos a Deus e não somos atendidos é porque a conquista nos levaria à infelicidade. Nossa visão é limitada ao presente e Deus nos vê simultaneamente ontem, hoje e amanhã. Deus nos ama e só quer o nosso bem, então Ele não vai ceder aos nossos desejos inconseqüentes. Ainda que fiquemos chateamos, Ele prefere assim a nos ver mecânicos da nossa própria desgraça. Isto funciona igual a relação terrestre entre pais e filhos. Qual o pai daria um revólver de verdade a um filho que mal aprendeu a andar e falar?
Mas diante da negativa de um pedido a Deus, não nos desencorajemos para a vida, sigamos em frente. Saibamos esperar a definição do próximo quadro de nossa vida, por que aí, com certeza, veremos que nosso pedido estava na contramão. A decepção com Deus irá se transformar em gratidão; agradeceremos a Ele por não ter cedido à nossa ignorância. Saibamos pedir a Deus, deixando-o livre para só nos atender quando o que pedirmos for para a nossa felicidade. Que seja feita sempre a vontade de Deus!

Fonte:http://bemzen.uol.com.br
Axé

terça-feira, 27 de março de 2018

Anjo e os dias da semana.


Domingo
Anjo: Miguel

Miguel é o anjo que governa o domingo, o dia associado ao Sol. O Sol rege Leão, o signo do rei. Miguel é o chefe dos arcanjos (veja o Esquema de Dionísio) e considerado o maior dos anjos nas tradições judaica, cristã e islâmica. É ele o anjo do Juízo Final, o "pesador de almas".
Salmo 51 
Planeta: Sol 
Metal: ouro 
Incenso: mirra 
Planta: girassol 
Signo: Leão 
Cor: ouro, laranja, amarelo-escuro 

--------------------------------------------------------------------


Segunda-feira
Anjo: Gabriel



O nome Gabriel quer dizer "Deus é minha força" e é de origem caldéia, uma das antigas civilizações do Oriente Médio. Foi ele que anunciou o nascimento de Jesus à Maria e que, segundo a tradição muçulmana, ditou o Alcorão para Maomé. Dizem que Gabriel é do sexo feminino e senta-se à esquerda de Deus. É ele que instrui as almas durante os nove meses em que estão no ventre das mães. Por isso, é associado aos assuntos que dizem respeito ao feminino e às capacidades psíquicas.

Salmo 129 
Planeta: Lua 
Metal: prata 
Incenso: jasmim 
Planta: lírio 
Signo: Câncer 
Cor: branco, prata 

Terça-feira 

Anjo: Samael, que rege o signo de Áries 
Anjo: Azrael, que rege o signo de Escorpião


Samael é o anjo da morte, o príncipe dos demônios. Foi ele que lutou contra Jacó na escuridão. Está associado aos perigos e às ousadias que cercam a vida humana. Azrael é um dos anjos que ensinaram os homens a criar as armas e mostraram às mulheres como usar os perfumes.
Salmo 50 
Planeta: Marte (Plutão é o sub-regente desse dia) 
Metal: ferro Incenso: tabaco 
Planta: cravo 
Signo: Áries e Escorpião 
Cor: vermelho 





Quarta-feira
Anjo: Rafael



Rafael é "aquele que brilha e cura". Ele guia todos os peregrinos, inclusive aqueles que percorrem os caminhos para Deus. Na tradição judaica, Rafael é o guardião dos espíritos humanos. No Livro de Tobias, que faz parte dos Evangelhos Apócrifas, ele aparece guiando o jovem filho de Tobias e o ensina a usar as dádivas da natureza como remédios. Também é conhecido como o anjo da ciência e do conhecimento.


Salmo 101 
Planeta: Mercúrio 
Metal: mercúrio 
Incenso: lavanda 
Planta: margarida 
Signo: Gêmeos e Virgem 
Cor: marrom para Virgem e amarelo-claro para Gêmeos 

Quinta-feira
Anjo: Saquiel, que rege o signo de Sagitário
Anjo: Asariel, que rege o signo de Peixes


Saquiel, cujo nome significa "cobertura de Deus", é tradicionalmente associado ao planeta Júpiter, por sua característica de ser um guardador da vontade de Deus. Saquiel é um querubim, isto é, um dos guardas divinos. Originalmente, os querubins eram representados com uma aparência feroz e colocados nos portões das casas para protegê-las.
Asariel está ligado ao planeta Netuno. Seu nome significa "príncipe de Deus" ou "aquele que está ligado por juramento a Deus". Relaciona-se à clarividência e à revelação dos mistérios divinos.

Salmo 6 
Planeta: Júpiter (Netuno é o sub-regente desse dia) 
Metal: estanho para Sagitário e platina para Peixes
Incenso: sândalo para Sagitário e lótus para Peixes 
Planta: orquídea 
Signo: Sagitário e Peixes 
Cor: azul-indigo para Sagitário e lilás para Peixes 




Sexta-feira
Anjo: Anael


Anael é o chefe da ordem dos principados, segundo a hierarquia proposta por Dionísio. É tradicionalmente conhecido como o anjo "Estrela do Amor". Por isso, todos os assuntos relativos ao amor e às paixões humanas lhe dizem respeito.
Salmo 37 
Planeta: Vênus 
Metal: cobre 
Incenso: rosa 
Planta: rosa 
Signo: Touro e Libra 
Cor: verde-claro para Touro e rosa para Libra 




Sábado
Anjo: Cassiel, que rege o signo de Capricórnio
Anjo: Uriel, que rege o signo de Aquário


Cassiel é conhecido como o anjo da solidão e das lágrimas e tradicionalmente representa o princípio da estabilidade, oposto à rebeldia. Uriel, cujo nome quer dizer "fogo de Deus", é considerado líder das hostes celestes e guardião do sheol, ou mundo subterrâneo, segundo a tradição judaica. Alguns autores identificam Uriel com o anjo que guarda os portões do paraíso e afirmam que foi ele que revelou os mistérios da abóbada celeste para o profeta Esdras.

Salmo 142 
Planeta: Saturno (Urano é o sub-regente desse dia) 
Metal: chumbo Incenso: benjoim para Capricórnio e patchuli para Aquário 
Planta: cipreste para Capricórnio e trevo para Aquário 
Signo: Capricórnio e Aquário 
Cor: azul-claro para Aquário e cinza para Capricórnio 

Axé

Por Adília Belotti

domingo, 25 de março de 2018

Meditando com Mandalas



Meditando com Mandalas


:: Conceição Trucom :: 
Mandalas são imagens circulares usadas há milênios pelos povos orientais para expressar, através de um desenho, a experiência humana de contato com a energia divina. Nas mandalas estão expressas as relações entre o Homem e o Cosmos, entre a busca de conquistas materiais e a energia espiritual que está por trás delas. Em outras palavras, as mandalas são um caminho para se auto conhecer alinhada com Deus.

A palavra mandala vem do sânscrito e significa "círculo mágico". Entre os povos orientais, atribui-se às mandalas a característica de representar graficamente o ritmo, movimento e harmonia que regem todo o Universo, a natureza e o próprio ser humano.

Para os hindus, a mandala é a reprodução da mente humana equilibrada. Por esta razão, meditar corretamente, olhando para uma mandala, pode reordenar os processos mentais, trazendo paz e soluções para conflitos sobre os quais nem mesmo conseguimos ter consciência. Ou seja, mesmo sem que você saiba exatamente o que causa uma determinada perturbação em sua vida, a meditação com mandalas pode acabar com o problema.

Dicas para meditar com mandalas:

1. Escolha a sua mandala - aquela que mais te fascina - e observe-a bem, pensando naquilo que está buscando: foco, concentração, criatividade, abundância, fertilidade, saúde, amorosidade, serenidade, etc.

2. Procure sentar numa posição confortável com a coluna ereta, colocando a mandala diante de seu rosto pendurada na parede. O centro da mandala deverá estar à altura dos olhos, numa distância semelhante à extensão de seu braço.

3. Focalize toda sua atenção no centro da mandala. Não tencione os olhos que deverão permanecer repousados no centro da mandala durante todo o exercício. Procure aos poucos esvaziar sua cabeça, deixando a mandala agir em você através do movimento que lhe é inerente. A idéia é chegar a preencher toda a sua mente com a imagem da mandala. Ela será reconstruída dentro de você.

4. Não queira controlar seus movimentos. Respire profundamente e bem devagar permanecendo relaxado todo o tempo. Seus olhos poderão ficar pesados, lacrimejar ou arder. Permita que isso aconteça. Deixe a mandala limpar, desobstruir e energizar seus olhos físicos e seus componentes etéricos. Fixe sempre o olhar no centro do desenho. Perceba os detalhes captados pela visão periférica, sinta sua vibração, mas não desligue do centro.

5. Procure piscar o mínimo possível e quando o fizer, que seja suavemente e com total atenção. Não faça apreciação ou juízo crítico. Não deixe a sua mente interferir no processo. Apenas observe o que está acontecendo dentro e fora de você.

6. Perceba que, quando sua mente se aquieta, você gasta menos energia com o pensamento, e, como não existe vácuo no universo, outra função assume essa energia. É hora de funcionar a intuição, o autoconhecimento, a clarividência e a clariaudiência. Começam a emergir interiormente potenciais normalmente submersos do seu ser.

7. Mergulhe na mandala por 15 minutos. É opcional o uso de música ou qualquer outro estímulo auditivo. Durante todo o exercício é vital a atenção na respiração, que poderá ter variantes de acordo com o que se quer atingir.

8. Quanto mais imóvel você conseguir ficar, mais a mandala penetrará em você, harmonizando seu campo de energia e os chacras.

9. No final, feche os olhos, esquente as mãos e coloque sobre eles, relaxando-os.

10. Não deite logo em seguida. Permaneça por mais 15 minutos sentado, observando o que está acontecendo internamente com você. Essa observação é o objetivo de toda e qualquer técnica meditativa. Fique em silêncio, de olhos fechados e coluna ereta.

11. Após este período, se quiser, deite.

12. Esta meditação não deve ser feita antes de dormir ou logo após as refeições.

E se você quiser meditar online segue o link:  
http://somostodosum.ig.com.br/testes/meditacao/

Axé

Fonte:Somos todos um.ig.com.br