VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Curiosidade: Quirologia e Quiromancia


Uma Entrevista com o Quirologo Marcello Meneses
------------------------------------------------

O que é a quirologia?

Marcello Meneses -É o estudo das mãos. A mão foi a primeira parte do corpo do homem a ser codificada, em 1803, na Áustria, por um médico chamado Purking. Desde essa época, a polícia utiliza esta técnica para descobrir os culpados de crimes. A habilidade de identificar o quente, o frio, se a mão está transpirando, pertence a quirologia. Para dar um exemplo da supremacia da quantidade de informação das mãos é quando a palma sofre uma queimadura: a digital não modifica. Por isso ela é nossa assinatura intransferível. A quirologia é o lado científico da mão. É comprovado cientificamente que não há uma digital igual a outra.

E a quiromancia?

Marcello Meneses -É a ciência das mãos. Um oráculo como é a astrologia, o tarô, búzios, numerologia, baralho cigano. O método que utilizo tem a quirologia que é o como, e a quiromancia que é o porquê. Dentro dela existem algumas vertentes. O livre arbítrio do ocidente permite que o indivíduo modifique seu destino traçado nas mãos.

Há quanto tempo existe?

Marcello Meneses Antes do homem se comunicar com as palavras ele se comunicava através dos gestos. Anaxágoras, quase 500 anos a C. dizia que o homem pensa com as mãos e fala com elas. Aristóteles, 340 a. C., fez um estudo em cima das mãos sobre apenas uma linha, a da cabeça. As 3 linhas primárias são, linha da vida, da cabeça, a mais importante da mão, e cardíaca. Estas todo mundo tem, mas existem linhas que nem todas as pessoas têm. O indivíduo que possui a linha do trabalho, por exemplo, depende do intelecto para ter uma ocupação profissional. O indivíduo que só tem essas 3 linhas, depende apenas da força braçal no trabalho. Cada linha tem sua importância. As primárias demoram mais para mudar, mas podem ficar maior, menores, nascer uma linha paralela a ela. Na quirologia, as digitais não mudam. As outras linhas que estão acima das digitais, mudam e dependem do livre arbítrio, do seu jeito de ser.

Qual o objetivo da leitura das mãos?

Marcello Meneses -O objetivo da leitura das mãos é proporcionar o autoconhecimento. As linhas que pertencem a quiromancia mudam. Se conhecer permite que tenhamos jogo de cintura, para se adaptar ao dia a dia vivendo de forma mais confortável. O baiano tem uma maior predisposição para o autoconhecimento.
Como é feita a leitura das mãos?
Marcello Meneses -Eu avalio as duas mãos, porque temos uma passiva e outra ativa. Esta é aquela que escrevemos e marca nossa tendência, potencial, inclinação, direcionamento. As duas mãos são diferentes. A mão passiva é hereditária. Marca aquilo que herdamos dos pais e familiares. Pela quirologia vou analisando a constituição das mãos, pele, osso, formato, se transpira ou não, tamanho do dedo, tipo de unha e depois parto para as linhas. A linha da cabeça, a mais importante, é a primeira a ser analisada, pois através dela avaliamos o potencial psíquico, intelecto. Na linha da vida analiso todo o percurso da vida do indivíduo. E tem a linha cardíaca, que marca o jeito amável, afável de ser, o jeito de gostar. Parte-se então para as linhas secundárias, do trabalho, da vitalidade, saúde, sucesso, êxito, relacionamentos, viagens. O ideal é poder acompanhar a mudança das mãos.

Qual a diferença da técnica de Marcelo para as tradicionais?

Marcello Meneses -As pessoas fazem a leitura ou só pela quiromancia européia ou pela chinesa, védica. Eu faço a união de todas essas leituras. Além disso, utilizo a quirologia e quiromancia.

Axé
-------------------------------------------------------------------------------------
Ivanih Bianco
Consultas com hora marcada pessoalmente ou por telefone(pagamento por depósito bancário)

Ligue e marque seu horário
19-3462-9248

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Especial de Quinta "Reflexão" Cenoura, Ovo ou Café? -



Uma filha se queixou a seu pai sobre sua vida e de como as coisas estavam tão difíceis para ela. Ela já não sabia mais o que fazer, queria desistir. Estava cansada de lutar e combater. Parecia que assim que um problema estava resolvido um outro surgia. Seu pai, "um chef", levou-a até a cozinha dele. Encheu três panelas com água e colocou cada uma delas em fogo alto. Logo as panelas começaram a ferver. Em uma ele colocou cenouras, em outra colocou ovos e, na ultima pó de café. Deixou que tudo fervesse, sem dizer uma palavra. A filha deu um suspiro e esperou impacientemente, imaginando o que ele estaria fazendo. Cerca de vinte minutos depois, ele apagou as bocas de gás. Pescou as cenouras e as colocou em um prato. Retirou os ovos e os colocou em uma tigela. Então pegou o café com uma concha e o colocou em uma caneca. Virando-se para ela, perguntou: Querida o que você está vendo? Cenouras, ovos e café, ela respondeu. Ele a trouxe para mais perto e pediu-lhe para experimentar as cenouras. Ela obedeceu e notou que as cenouras estavam macias. Ele então, pediu-lhe que pegasse um ovo e o quebrasse. Ela obedecera e depois de retirar a casca verificou que o ovo endurecera com a fervura. Finalmente, ele lhe pediu que tomasse um gole do café. Ela sorriu ao provar seu aroma delicioso. Ela perguntou: o que isto significa, pai? Ele explicou que cada um deles havia enfrentado a mesma adversidade, a água fervendo, mas que cada um reagira de forma diferente. A cenoura entrara forte, firme e inflexível. Mas depois de ter sido submetida a água fervendo, ela amolecera e se tornara frágil. Os ovos eram frágeis. Sua casca fina havia protegido o liquido interior. Mas após terem sido colocados na água fervendo, seu interior se tornou mais rijo. O pó de café, contudo, era incomparável. Depois que fora jogado na água fervente, ele havia mudado a água. Qual deles é você? Perguntou o pai a sua filha. Quando a adversidade bate a sua porta, como você responde? Você é uma cenoura, um ovo ou um pó de café? Você é como a cenoura que parece forte, mas com a dor e a adversidade você murcha e se torna frágil e perde a sua força? Será que você é como o ovo, que começa com um coração maleável, mas depois de uma adversidade, você se torna mais difícil e duro? Sua casca parece a mesma, mas você está mais amargo e obstinado, com o coração e o espírito inflexíveis? Ou será que você é como o pó de café, que muda a água fervente, a coisa que está trazendo a dor, para conseguir o Máximo de seu sabor?
SEJA COMO O PÓ DE CAFÉ, MUDE A ADVERSIDADE EM ALGO POSITIVO!

Axé
-------------------------------------------------------------------------------------

Ivanih Bianco
Consultas com hora marcada pessoalmente ou por telefone(pagamento por depósito bancário)

Ligue e marque seu horário
19-3462-9248

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Oração do Bom Dia -


Comece seu dia desejando e pedindo um bom dia para as fontes de energia da vida.
Logo pela manhã, alongue o seu corpo e diga em voz alta e com alegria em seu coração:


Bom dia, Dia !
Iluminado seja este belo dia em nossas vidas !
Bom dia, Amada Mãe Terrenal, expressão física da nossa Mãe Divina !
Bom dia, Hélios e Vesta, Sol do nosso Sistema !
Bom dia, Sírios, Sol da nossa Galáxia !
Bom dia, Alfa e Ômega, Grande Sol Central de todo o Universo!
Bom dia, Mestres, Ascensos na Luz de Nosso Pai Celestial !
Bom dia, Anjos e Arcanjos de Deus, Luz Atuante e Positiva !
Bom dia, Grandes Elohim, o Universo em Expansão contínua !
Bom dia, Elementais da Natureza, Perfeição e Harmonia !
Pedimos a intercessão divina neste dia em nossas vidas:
Na minha e na de minha família; em nossa cidade e em nosso país;
Em todo o nosso planeta Terra e para Todos os Filhos da luz !
Um bom dia de Vida Abundante e Alegria !
Pedimos a Presença da Luz em nossas vidas,
Para que tenhamos Todos:
Um Bom dia ! Bom dia ! Bom dia !

(Façam todos os dias)

Axé

-------------------------------------------------------------------------------------

Ivanih Bianco
Consultas com hora marcada pessoalmente ou por telefone(pagamento por depósito bancário)

Ligue e marque seu horário
19-3462-9248

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

16 de Agosto - Dia de São Roque


16 de Agosto- São Roque

São Roque nasceu em Montpellier, no começo do século XIV. Aos 20 anos, ficou órfão de pai e de mãe. Distribuiu parte da sua herança aos pobres e parte confiou a um tio. Partiu depois em peregrinação para Roma. Durante a viagem procurava ajudar os necessitados, especialmente os doentes, vítimas da peste. Após muitos anos na Cidade Eterna, Roque retornou à terra natal. Durante a viagem, foi atacado pela peste. Para não contaminar ninguém, refugiou-se na floresta. Contam que um cão roubava comida da mesa de um certo senhor e lhe levava cada manhã. Desta maneira ele foi descoberto. Ao chegar em Montpellier, foi preso e levado diante do governador, que era seu tio, mas não o reconheceu. Esquecido por todos, morreu abandonado na prisão, depois de cinco anos. Segundo a tradição popular, sua avó o reconheceu pela mancha em forma de cruz que trazia no peito.
Oração
Meu caro peregrino São Roque, que cuidou dos doentes atingidos pela praga e estava sempre pronto a ajudar os outros com suas fervorosas orações. Você não tinha casa e acabou sendo preso em um calabouço, mas os inválidos tem confiança em invocar sua ajuda. Por favor me conceda a graça da cura ao ...........................( diga aqui nome do doente) e nos ajude a conseguir a saúde espiritual e a salvação de nossa alma.

Fonte: santos

Axé
-------------------------------------------------------------------------------------

Ivanih Bianco
Consultas com hora marcada pessoalmente ou por telefone(pagamento por depósito bancário)

Ligue e marque seu horário
19-3462-9248

domingo, 14 de agosto de 2011

Apenas passa a diante...


REFLETINDO:

Lá estava eu com minha família, em férias, num acampamento isolado e com carro enguiçado. Isso aconteceu há 5 anos, mas lembro-me como se fosse ontem. Tentei dar a partida no carro. Nada.
Caminhei para fora do acampamento e felizmente meus palavrões foram abafados pelo barulho do riacho.
Minha mulher e eu, concluímos que éramos vítimas de uma bateria arriada.
Sem alternativa, decidi voltar á pé até a vila mais próxima e procurar ajuda.
Depois de uma hora e um tornozelo torcido, cheguei finalmente a um posto de gasolina. Ao me aproximar do posto, lembrei que era domingo e é claro, o lugar estava fechado.
Por sorte havia um telefone público e uma lista telefônica já com as folhas em frangalhos. Consegui ligar para a única companhia de auto-socorro que encontrei na lista, localizada a cerca de 30km dali.
- Não tem problema, disse a pessoa do outro lado da linha, normalmente estou fechado aos domingos, mas posso chegar aí em mais ou menos meia hora.
Fiquei aliviado, mas ao mesmo tempo consciente das implicações financeiras que essa oferta de ajuda me causaria.
Logo seguíamos, eu e o Zé, no seu reluzente caminhão- guincho em direção ao acampamento.
Quando saí do caminhão, observei com espanto o Zé descer com aparelhos a perna e a ajuda de muletas para se locomover.
Santo Deus ! Ele era paraplégico!!
Enquanto se movimentava, comecei novamente minha ginástica mental em calcular o preço da sua ajuda.
É só uma bateria descarregada, uma pequena carga elétrica e vocês poderão seguir viagem, disse-me ele.
O homem era impressionante, enquanto a bateria carregava, distraiu meu filho com truques de mágica, e chegou a tirar uma moeda da orelha, presenteando-a ao garoto.
Enquanto colocava os cabos de volta no caminhão, perguntei quanto lhe devia.
Oh! nada - respondeu, para minha surpresa.
- Tenho que lhe pagar alguma coisa, insisti.
- Não, reiterou ele. Há muitos anos atrás, alguém me ajudou a sair de uma situação muito pior, quando perdi as minhas pernas, e o sujeito que me socorreu, simplesmente me disse:
- Quando tiver uma oportunidade, "Passe isso adiante".
Eis minha chance.... Você não me deve nada! Apenas lembre-se:
Quando tiver uma oportunidade semelhante, faça o mesmo....

"Somos todos anjos de uma asa só, precisamos nos abraçar para alçar vôo"
AUTOR DESCONHECIDO


Axé
-------------------------------------------------------------------------------------

Ivanih Bianco
Consultas com hora marcada pessoalmente ou por telefone(pagamento por depósito bancário)

Ligue e marque seu horário
19-3462-9248