sábado, 2 de junho de 2018

O QUE É NAMASTÊ?


O QUE É NAMASTÊ:

Namastê é um cumprimento ou saudação utilizada geralmente no Sul da Ásia. Utiliza-se na Índia e no Nepal por hindus, sikhs, jainistas e budistas. Nas culturas indianas e nepalesas, a palavra é dita no início de uma comunicação e faz-se um gesto com as mãos dobradas, sem ser necessário falar algo.Namastê é o cumprimento em sânscrito que literalmente significa "curvo-me perante a ti", e é a forma mais digna de cumprimento de um ser humano para outro. O gesto expressa um grande sentimento de respeito, invoca a percepção de que todos indivíduos compartilham da mesma essência, da mesma energia, do mesmo universo, portanto o termo e a ação possuem uma força pacificadora muito intensa.
Namastê também é muito utilizado na ioga, e é algo que se diz ao instrutor,, para demonstrar que o praticante é um criado, e o gesto significa "curvo-me perante ti"; e o próprio termo significa “fazer uma saudação.”
Como saudação, namastê pode ser dito com as mãos juntas em frente ao tórax e com uma ligeira curvatura, para indicar profundo respeito, pode-se colocar as mãos em frente a testa, e no caso de reverência a um deus ou santidade, coloca-se a mão completamente acima da cabeça.
Em algumas partes da Índia (por exemplo, a área onde se fala a língua punjabe), namastê é usado não somente para cumprimentar Hindus mas para todo mundo e Namastê é aceito em todas as religiões.

Fonte:http://www.significados.com.br/namaste/
Axé

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Vencendo sua guerra interna


Despertar a consciência ajuda a se livrar de sentimentos negativos
por Fernando Belatto

Já se falou sobre o Guerreiro Interno, aquele que possibilita que as virtudes desabrochem na direção de suas maiores conqu...istas. Mas convenhamos que se existe um Guerreiro Interno é porque também existe uma guerra interna, na qual estamos inseridos, não é mesmo? Mas por que essa guerra interna existe? E o principal: será que ela tem o intuito de nos derrubar, de não nos deixar crescer?
Pois é, meus amigos. Na minha visão, a guerra é a mestra do Guerreiro, e graças a ela poderemos, então, chegar à paz duradoura. A paz verdadeira, consciente ou inconscientemente, costuma ser um objetivo na vida de todos nós. Afinal, quem não quer estar em paz, vivendo um estado de alegria e harmonia com todas as coisas desse mundo?
Porém, paz é sinônimo de consciência. E esta costuma ser aprendida em momentos difíceis que enfrentamos no cotidiano. Quando nos tornamos (em níveis globais) mais maduros, passamos a aprender mais pelo amor. Mas também acredito que durante as dificuldades, se tivermos uma postura de presença e observação, criaremos o campo necessário para aprender com a situação e até agradecer por ela depois. Por exemplo, quando enfrentamos uma perda ou um rompimento de relacionamento enfrentamos, às vezes, as dores mais difíceis de nossas vidas. Mas se você tiver o seu Guerreiro Interno acordado, você poderá reverenciar esse momento, aceitando-o, mergulhando para dentro dele e retirando das situações difíceis muitos belos ensinamentos.
Muitas vezes, depois destas tremendas batalhas, nós crescemos muito e vamos ficando cada vez mais conscientes de nossas falhas. Nesse caso, não mais agimos através de nossas fraquezas, e sim de nossa força interior, a qual é altruísta e benfeitora.
Você está na guerra?

A guerra interna pode ser definida como qualquer estado que nos deixa fora de nosso centro, do equilíbrio, ou seja, ansiedade, depressão, ira, tristeza, etc. Viver esses sentimentos é sinal de que você perdeu seu centro e está em uma batalha interna, com a mente agitada e, muitas vezes, sem saber para onde ir. Mas vale reforçar que nós não somos a guerra, somente podemos estar nela.
Por outro lado, quando você está presente no seu "centro", então sente paz, harmonia e sua mente serena. O caminho do Guerreiro nos ensina que transitar entre estes dois estados de forma observadora, sem se identificar com um ou com outro, é o que nos possibilita desenvolver a nossa consciência!
Treine seu guerreiro interno e vença as batalhas
Guerreiro Interno é o nome dado ao nosso lado mais consciente, aquele que nos caminhos de autoconhecimento chamamos de observador. E esta faceta costuma ser muito treinada durante a Meditação. O Guerreiro Interno vive na presença, e isso nos proporciona condições de vencer a batalha. Afinal, é só no aqui e agora que desenvolvemos nossa consciência, a qual cria o campo para a virtude da paz se manifestar.
Andamos tão agitados nos dias de hoje, que muitas vezes não percebemos o que estamos comendo, não conseguimos sequer lembrar o que almoçamos. Isso significa que não estamos presentes no agora. Por outro lado, quando conseguimos, nem que seja por alguns instantes, focar a atenção no momento atual, abrimos espaço para a essência da vida se manifestar. Percebemos o perfume e a beleza da flor, o sorriso da pessoa amada, aquele lindo pássaro voando... Conseguimos perceber que tudo é perfeito assim, como é.
Sendo assim, quando não estamos presentes no agora, automaticamente nos identificamos com a guerra, com aqueles sentimentos de níveis inferiores que nos levam cada vez mais para buracos profundos. Nós achamos que somos a tristeza, a ansiedade, a depressão, etc. E acabamos caindo no esquecimento de nossa essência. Quando, então, passamos ao estado de observador, nos tornamos Guerreiros e vamos conseguindo nos libertar daqueles sentimentos negativos, olhando a guerra interna como espectadores. Começamos a aprender com as batalhas, tiramos nossas conclusões (baseados na experiência real) e desenvolvemos a nossa consciência.
Esse é o caminho do Guerreiro: buscar a sua evolução, observando cada guerra, cada momento difícil, com o intuito de não mais cair em batalhas, e sim, cada vez mais, sustentar a paz!
Concluímos, então, que da mesma forma que a paz é sinônimo de consciência, a guerra é de inconsciência. O estado de presença nos possibilita transmutar de um para o outro, e o Guerreiro Interno (nosso lado observador) é quem está pronto para ser treinado e conquistar os territórios para a nossa vitória.
Desta forma, sugiro que cada um de nós medite (nem que seja 5 minutinhos por dia), para assim fortalecermos o nosso Guerreiro Interno e irmos, pouco a pouco, despertando a nossa consciência amorosa.

Fiquem na paz!

Fonte: Aqui e agora meditando
Axé

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Magia das Cores em Nossa Vida


Segue uma pequena descrição sobre as cores:
VERMELHO: Dá energia e vitalidade. Estimula o sangue e libera adrenalina. Combate resfriado sem febre. Dispensa o cansaço e ameniza dores reumáticas.
LARANJA: Tonifica, combate à fadiga, estimula o sistema respiratório e fixa o cálcio no organismo. Aumenta o otimismo.
AMARELO: Estimula o sistema nervoso central, contribui para a regeneração de problemas ósseo, bom para prisão de ventre, potencializa o fósforo e o sódio. Estimula o intelecto.
VERDE: Favorece o equilíbrio hormonal, estimula órgãos digestivos, tem ação refrescantes e anti-infecciosa. Alivia a insônia.
AZUL: Calmante, analgésico, indicado nas infecções com febre. Atuam no sistema nervoso, vasos, artérias e todo o sistema muscular. Combate o egoísmo e traz a harmonia.
ÍNDIGO: Ação coagulante. Atua diretamente na corrente sangüínea. Usado em casos de ferimentos e sangramentos em geral. Estimula os cincos sentidos e a intuição.
VIOLETA: Ação calmante e purificadora do sangue. Elimina toxinas e estimula a produção de leucócitos. Bom nos casos de pneumonia tosse seca, asma, irritação da pele e dor ciática. Reduz medos e angústias, diminui a irritação.
EFEITOS DAS CORES
Branco: Pureza, paz e virtude.
Vermelho: Paixão
Amarelo: Ouro
Laranja: Alma humana
Verde: Natureza/ Mata/ Saúde
Azul: Espiritual
Violeta: Devoção e energia
Rosa: Amor
Preto: Isolamento
Marrom: Terra
DICAS DE CORES PARA ROUPAS
Branco: vista branco quando estiver necessitando de paz, calma e sentir necessidade de estar limpo, puro.
Vermelho: vista vermelho quando precisar de coragem, força de vontade; quando sentir necessidade de atrair alguém. É um estímulo sexual e é muito atraente.
Amarelo: quando necessitar tonificar o sistema nervoso, para estimular a intuição e atrair dinheiro.
Laranja: para obter sucesso monetário.
Verde: para ganhar presente, para diminuir seu stress.
Azul: para obter harmonia, paz e tranquilidade.
Violeta: Para buscar inspiração e imaginação.
Rosa: para encontrar a felicidade e obter a simpatia.
Preto: elegância e afastar invejosos.
Marrom: é bom evitar usar roupas desta cor.
 
 
O nosso mundo material é constituído de formas e cores, a cor é uma força cósmica, vital e a forma externa é somente a reprodução material de um corpo espiritual. Uma cor é essencialmente uma manifestação material da realidade espiritual, que se dá na presença da “Luz”. A luz é algo que nossos olhos não podem ver, mas que torna visível toda a matéria. A luz do Sol ( ou artificial ), ilumina as formas e nossos olhos captam os reflexos dessa luz transmitindo através dos nossos olhos as formas e cores que são interpretadas por nosso cérebro.
As cores primárias são três : Amarelo, Azul e Vermelho, todas as demais resultam de misturas das cores primárias como por exemplo :
Azul +Vermelho = Violeta,
Vermelho + Amarelo = Laranja,
Azul + Amarelo = Verde.
As misturas de todas essas cores, resultam nos mais diversos tons e matizes que colorem o nosso mundo visível, existem ainda outras cores como o infravermelho e o ultravioleta que só podem ser distinguidos por meios adequados e em laboratórios, pois de todas as cores presentes na natureza o olho humano só pode perceber um pequeno espectro. Já, outros animais, têm seus olhos adaptados para perceber diversos outros espectros, como por exemplo as abelhas que se orientam pela cor ultravioleta para localizar determinada flôr, o verde das folhas, é no entanto, percebido por elas como incolor .
Na era moderna um dos pioneiros nos estudos da cromatologia foi o Dr. Edwin Babbit, autor do livro ” Principles of Light and Colour”, no qual escreveu ” Em um quarto escuro, e de olhos fechados, comecei a ver a formação do meu (ser) íntimo e depois de alguns meses estava em condições de perceber maravilhosas luzes e cores, que nenhuma linguagem poderá descrever”
A “Cor” da qual estaremos falando, trata-se da manifestação da “Luz” como energia e que portanto pode ser percebida até no escuro, desde que a pessoa esteja devidamente preparada para sentir as vibrações no seu íntimo, em infinitas radiações e fluxos de correntes luminosas. São essas vibrações, radiações e fluxos de energias, que irão atuar na aura daqueles que se submetem à uma terapia pelas cores, através dos chakras e meridianos, equilibrando os seus corpos, etérico e físico. Edgar Cayce, um místico americano de Virginia Beach, quando criança, podia ver a aura completa em torno das pessoas, como um arco íris de cores e luzes que as envolvia, e admirou-se ao saber que os outros não a viam igualmente.
A aplicação terapêutica das cores é denominada cromoterapia e era utilizada há muito tempo pelos antigos egípcios que já possuíam uma perfeita psicologia das cores. Conheciam a natureza e formação das cores e em seus templos preparavam locais onde doentes da mente e do corpo eram submetidos à cromoterapia. Arqueólogos encontraram evidências convincentes de que certos aposentos nas pirâmides, tinham sido construídos de forma tal que permitiam a entrada dos raios solares e de que estes eram decompostos nas sete cores do espectro. Os “médicos” diagnosticavam que cor ou cores faltavam na aura do indivíduo, enviavam-no então ao aposento apropriado onde absorveria o raio ou raios coloridos necessários à recuperação de sua saúde.
Esses conceitos eram conhecidos desde os tempos mais remotos. Em todas as culturas, observa-se o estudo das cores e podemos encontrá-lo associado à diversas práticas esotéricas, como o Feng Shui, Cristais, Astrologia, etc.
As cores podem ser utilizadas em diversas áreas, com resultados espantosos.
Apenas recentemente seu poder começa a ser reconhecido por médicos, psiquiatras, o mundo da moda, marketing, etc. Isto porque as cores têm uma linguagem própria, que fala diretamente ao nosso íntimo e às nossas emoções podendo influenciar todos os ramos de nossa vida, tais como : sucesso nos negócios, na vida familiar, na vida sentimental, na saúde, no emprego, etc.
De acordo com as propriedades terapêuticas as cores são divididas em três grupos :
Estimulantes : Vermelho, amarelo e laranja.
Calmantes : Índigo, Azul ( tons claros ) e violeta.
Equilibrante : Verde.
Fonte:http://www.caminhosdotaro.com.br/magia-das-cores-em-nossa-vida/

terça-feira, 29 de maio de 2018

Não aguento mais meu Trabalho



Não Agüento meu trabalho.
Essa frase ouvimos diariamente, pois muitas pessoas não gostam do que faz, por isso não agüentam.
Amar o que faz é uma coisa! E fazer o que não gosta só para ganhar dinheiro é outra!
E hoje é o que mais vemos. Muitas pessoas se formam e acabam “pegando” o que vêem na frente mesmo porque precisam ganhar para se manter, mais isso interfere no ânimo, no bem estar, e mesmo na vontade, e o que é pior, interfere também na produtividade da empresa, porque vai com má vontade, não vê a hora que acaba o dia, fica de cara feia, responde mal as pessoas, e faz o serviço de qualquer jeito.
Isso é muito ruim porque a pessoa não se realiza profissionalmente e parece que o dinheiro entra e sai sem mesmo saber onde gastou, porque aquela energia do dinheiro não foi bem vinda devido à insatisfação da pessoa no trabalho. 
Vivemos uma falta de emprego muito grande, mas o que se tem que fazer é quando começar um emprego novo mesmo que não seje o que se quer, comece ele com o pensamento que você vai melhorar sempre pra um dia você realizar seu sonho que é estar onde você quer, ate lá trabalhe com otimismo, alegria e agradecimento sim, porque ate então você está aprendendo com seu emprego, o que não se pode é xingar, maldizer o dinheiro que ganha, falar mal da empresa.
A vida é cheia de surpresas e a cada dia vivido é um dia à mais conquistado. Não importa se não era o que esperava por ele, mais você viveu ele e com isso aprendeu, agora se você começar a detestar seu trabalho e ir trabalhar mal, com certeza arrumará mais um problema para sua vida que é ficar desempregado .
Eu aprendi uma coisa na minha vida e falo sempre: aprendam a agradecer tudo à sua volta: o ar, o sol, a chuva, o vento, a comida, as pessoas o dinheiro que é seu merecimento pelo trabalho, a alegria de viver, amanhecer e ver que mais um dia estamos aqui neste mundo maravilhoso onde podemos escolher o que queremos para nossa vida.
Amigos! Gostar do emprego depende de você mesmo, não custa tentar bater metas, não custa tentar vencer, vale sempre a pena, a luta é um motivo para se conquistar.
Pense nisso, enquanto seu sonho não se realiza totalmente faça o melhor sempre, assim estará abrindo seu caminho pra realização. 


Axé

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Banhos energéticos


Banhos Energéticos
Os banhos energéticos são muito utilizados para ajudar na limpeza de nossa aura e para atrair bons fluidos em situações específicas. Protegem contra forças negativas, nos auxiliam na abertura de nossos caminhos financeiros, amorosos, na nossa saúde, enfim nos trazem apenas benefícios.
O preparo de um banho energético é um ato mágico, um ritual que deve ser feito com concentração e sempre bons pensamentos.
Ilumine seu anjo de guarda, ore pela finalidade a qual você vai preparar seu banho e mantenha sua mente livre de pensamentos negativos e prejudiciais ao seu objetivo.
Antes dos banhos energéticos, sempre tome seu banho higiênico normalmente.
Os banhos devem ser jogados sempre do pescoço para baixo (exceto o banho de rosas brancas), de cócoras e na direção da rua. A temperatura da infusão deve estar sempre mais para fria do que para quente. Procure enxugar-se o menos possível para que permaneçam os bons fluidos conseguidos através das ervas, plantas, flores e demais componentes do seu banho.
As sobras do banho devem ser jogadas em água corrente para que a limpeza seja completa.



Banho de Limpeza 
3 galhos de guiné
3 galhos de alecrim
1 espada de São Jorge partida em três (retirando-se a ponta e a raiz)
3 folhas de louro
3 galhos de arruda
3 punhados de alfazema
3 punhados de levante

Ferver  água suficiente, jogar as ervas, desligar o fogo e abafar.


Outro banho de limpeza
Misture em porções iguaissementes de girassol, espada de São Jorge, guiné, arruda, palmeira brava, cravos brancos e cravos vermelhos.

Ferver  água suficiente, jogar os ingredientes, desligar o fogo e abafar.


Banho para fortalecer a aura
7 rosas brancas comuns ou 7 rosas brancas de jardim também conhecidas com "rosinha de Santa Rita"

Ferver 2 litros de água, jogar as rosas, sem os cabos, desligar o fogo e abafar.


Banho para prosperidade
7 folhas de pitanga
7 folhas de romã
7 folhas de café
7 folhas de melissa
7 folhas de eucalipto
7 folhas de manjericão
7 folhas de dinheiro em penca

Ferver  água suficiente, jogar as ervas, desligar o fogo e abafar.


Banho para atrair clientes e bons negócios
500 gr de alpiste
7 gotas de mel


Separar em duas porções de 250 gr.
À noite - Em 2 litros de água, cozinhe 250 gr de alpiste com 7 gotas de mel.
Pela manhã - Coe e apare a água num recipiente. Depois de seu banho de higiene matinal, jogue o banho do pescoço para baixo.
Quando estiver saindo de casa para o trabalho, vá jogando desde o portão de sua casa, até a porta do seu local de trabalho os 250 gr de alpiste que haviam sido previamente separados
Este banho traz muita clientela e bons negócios.

Fonte:portal anjo

domingo, 27 de maio de 2018

NADA TEM DE MELHOR


Nada tem um melhor resultado do que viver de mãos dadas com a paz: nós nos sentimos seguros e com uma força moral mais desenvolvida para a realização de nossos sonhos.

Mas às vezes precisamos nos arriscar para que a pa...
z seja mais duradoura e não termos medo de que os nossos sonhos possam não ser realizados.

É necessário saber que a realidade é melhor do que os sonhos, pois é na realidade que vivemos e o sonho é uma utopia, uma imaginação que nasce em nossa mente para trazermos à realidade.

E sempre é bom ser forte, porque somos a única pessoa que pode ajudar a nós mesmos, seja qual for a surpresa, seja qual for o inesperado por que passemos.

A vida é um estágio que transpomos sem saber como terminaremos e sem saber o dia certo do fim.

Vivamos como se o momento mágico existisse e fiquemos despertos para a nossa percepção de saber o que fazer, tenhamos sempre dentro de nós a motivação necessária de estar bem com a vida e com o bem de viver.

Tem que haver um momento certo para conhecermos o potencial da nossa energia, por que viemos e para fazer o que aqui neste planeta.

Enquanto isso é preciso estar seguro e sempre se sentir protegido.

Para que a vida possa transcorrer dentro dos padrões normais, dentro das formas que desejamos e que ocorra no sentido de termos condições dignas de levar nossa vida com apuro e com o valor de fortalecer cada vez mais o modelo de viver, precisamos ter sempre um plano de emergência.

Quando tudo começar a ir mal e a fugir do controle é sumamente necessário ter algo em mãos para que possamos recorrer, ter uma cobertura que possa dar o alívio de que precisamos e que falta nesse momento inesperado.

Todos nós temos sonhos disponíveis, mas não nos interessamos e pensamos “isso não serve para nada”, queremos que se realizem aqueles sonhos que não estão à nossa disposição.

Agindo desta maneira sempre estaremos sujeitos à decepção e os nossos sonhos desaparecem como por encanto e a nós não cabe nenhuma explicação.

Então ficamos sem o poder de perceber o que foi que deu errado em um querer tão lindo, tão elaborado e que tinha a intenção de somente seguir os exemplos dados pelos bons sentimentos.

Não é nada bom tentarmos analisar o que não deu certo e que causou uma grande decepção.
Isso pode chegar à raia da perda da razão e acontecer o irreparável.

É certo que a vida nos dará outras oportunidades e assim poderemos começar tudo de novo com mais altivez e maior confiança para que desta vez tudo dê certo.

Mostremos essa vontade e apostemos nela sem improvisação.

Inflamemo-nos: a estimulação nos ajuda a progredir em tudo aquilo que queremos.

Prestemos sempre atenção nas coisas que acontecem à nossa volta com frequência e que nem chamam tanto nossa atenção: aí pode estar um sonho que deixamos passar sem lhe dar a devida assistência.

Há sempre uma verdade em tudo o que acontece, em tudo aquilo que ocorre em nossa volta.

É preciso estar atento e observar o suceder de tudo para decidir pelo sonho disponível.
Assim fazendo nós vamos nos dar bem.

Sendo um sonho disponível, tudo sai a contento e certamente nos sentiremos melhor, sem perturbação e em paz, porque o melhor de tudo é estarmos nos sentindo bem.

Isto não é uma mensagem espiritual, é a minha opinião.
Grão 3 (Ben Kalil)


Fonte: Facebook - Aqui-e-Agora-Meditando 

Axé