VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 13 de junho de 2012





Blog da Esotérica Ivanih Bianco
Consultas com hora marcada, pessoalmente ou por telefone (Pagamento por depósito bancário) Ligue e marque seu horário:
19-3462-9248 - Americana-SP



Palavra doce que enche nosso coração de Luz, vida, alegria, lágrimas, esperança, força e felicidade.
Veja bem, quantas sensações podemos ter por esse sentimento que balança tanto.
Achei maravilhoso no show do Roberto Carlos ele dizer que ele só tem um sonho que vai realizar em outra dimensão, que é encontrar o amor de sua vida, a esposa que morreu.
Imagine vocês o amor que ele tinha por ela, vivemos num mundo onde são tantas e tantas oportunidades de um novo amor e ele preso a alguém que já se foi, e as vezes falamos que amor não existe.
É maravilhoso ele ter dito isso na tv, assim mostrou a muitas pessoas o valor do amor, da conquista, as vezes muitos esquecem e nem respeitam esse sentimento que brota lá no fundo do nosso coração, as vezes até por pessoa errada que nos menospreza, debocha e nem respeita.
Existe um ditado que diz: “O coração não tem olhos, mas tem sentimento”, e se você não consegue corresponder aprenda a respeitar, jamais despreze a pessoa que gosta de você, aprenda a agradecer esse amor recebido, mesmo não correspondido pois quando recebemos amor, recebemos luz e como sabemos, ela nos ilumina e se você ainda não conseguiu amar não desespere é porque não apareceu sua cara metade, pois quando Deus criou o mundo ele sempre lembrou de unir os casais e se você não é correspondido deixe o tempo correr ele é o melhor remédio para solucionar tudo.
AXÉ

segunda-feira, 11 de junho de 2012

A Vida e as Cores


Blog da Esotérica Ivanih Bianco
Consultas com hora marcada, pessoalmente ou por telefone (Pagamento por depósito bancário) Ligue e marque seu horário:
19-3462-9248 - Americana-SP

Vivemos num mundo cheio de coisas erradas e jamais vamos concertar ele sozinhos, por isso cada um fazendo sua parte conseguiremos melhorá-lo pelo menos podemos cuidar da nossa energia de vida, do nosso comércio, da nossa casa e ao nosso redor.
Números, cores, flores, mudança de móveis, tudo que se diz alegria é importante termos, mais nós precisamos aprender a cuidar das energias à nossa volta, para que consigamos atrair coisas boas.
Na numerologia aprendemos a cuidar das energias do número à nossa volta, como por exemplo, a data de nascimento, somando tudo se chega a uma energia, ano pessoal, estudando tudo isso chegamos nas cores que nos acompanham, melhor dia pra se comprar, pra se vender, enfim, a energia numérica ajuda a equilibrar o financeiro, o ambiente, e mudamos a energia da casa, do carro, conseguimos ter mais equilíbrio.
As cores têm um significado muito importante na vida da gente porque cores são energias, luz, notamos que pessoas que só usam cores escuras são mais tristes e melancólicas, gostam de se esconder na dor, na tristeza.
Assim como muitos acham que o pretinho básico é chique, ele na energia com cores simboliza perda, pessoa que quer se esconder, tanto que quem se sente gordinha usa pra esconder os quilinhos a mais, exemplo: por isso que se usa preto quando morre alguém, pessoa que está com depressão também adora cores escuras e o preto, fiquem perto de alguém que só usa essas cores como não se consegue ficar muito tempo, dá desespero, fobia, suador e mal estar.
Agora perceba as pessoas que gostam de cores claras, vivas, alegres, como é outra energia, a pessoa está sempre sorrindo, feliz, alegre e parece que irradia luz, sempre é notada tamanha é a vibração dela, você gosta e se sente bem perto de uma pessoa assim, e a vida dessa pessoa não pára e jamais entrará em depressão, porque ela atrai coisas boas pra ela, e mesmo que aconteçam coisas ela sempre tem força pra lutar.
Assim são as casas, muitas estão sombrias, escuras, cores sem luz, procurem pintar com cores de alegria para sentirem a vibração, não dá para falar o certo da cor a ser pintada porque na verdade tem um estudo pra isso, números, feng shui, cromoterapia, enfim, cada casa vibra uma energia e cada energia uma cor, mais o que podemos adiantar e cuidado ao escolher a cor, por exemplo: não se pinta um restaurante de cor rosa, porque restaurante tem que ter a energia da fome que é o laranja, vermelho do sucesso.
Não se pinta um hospital de vermelho, pois o hospital é a cor da cura que é o verde, porque o vermelho é cor quente e pode da problema de pressão.
Então vocês estão vendo como cuidar da casa , do comercio, e isso precisa da orientação de um profissional que saiba cuidar dessas mudanças para que sua vida melhore e que a energia vibre positivamente a seu favor.
Axé .

domingo, 10 de junho de 2012

Sereia



Blog da Esotérica Ivanih Bianco
Consultas com hora marcada, pessoalmente ou por telefone (Pagamento por depósito bancário) Ligue e marque seu horário:
19-3462-9248 - Americana-SP

SEREIA


Sedutoras, belas, dona de voz inebriante, sempre convidando os viajantes a se perder nas profundezas do mar. Assim são as sereias.
Da mitologia grega às histórias infantis, essas figuras lendárias encantam e, através dos tempos, nos ensinam que é melhor não acreditar nas aparências.

O ENCANTO DAS SEREIAS

Reza a lenda que essas criaturas, metade peixe, metade mulher, habitavam os rochedos escarpados entre as Ilhas de Capri e o litoral da Itália. Mas pelo mundo afora elas vivem no imaginário de crianças e adultos, languidamente estendida sobre rochedos, penteando longos cabelos por horas a fio. Cantam, encantam e, ao mesmo tempo, desafiam os homens a resistir a tanta beleza.
Mais que belas figuras, digamos que no dia-a-dia alguns momentos sejam inspirados pela energia das sereias. Elas representam a ilusão que a todo momento pode nos fisgar e ludibriar a razão, simboliza a fraqueza da alma em acreditar no mundo  das aparências: “A característica dos semi-animais de seduzir para matar é clássica e provavelmente vem da serpente que seduz, encanta e mata”.
“As sereias representam exatamente o que acontece quando nos deixamos encantar pela beleza física, pela primeira impressão de alguém ou de uma situação. Fatos ou pessoas envoltos numa “embalagem enfeitada”podem nos parecer tremendamente atraente. Porém, se não nos dermos a chance de conhece-los por dentro, fazer um julgamento mais profundo do que nos é apresentado, corremos o risco de nos perder, no amor, na confiança, na vida”.
No caso da sereia, além da sedução física, há o encantamento da voz. Ela nos ensina, portanto, que a alma deve entoar a melodia, e não meras palavras. A mitologia grega dá o exemplo de como conseguir estar diante do encantamento sem se deixar  levar para o fundo das águas. Consta que terminada a Guerra de Tróia, o herói Ulisses, ao retornar a Ítaca- sua terra natal- foi obrigado a passar por um lugar onde havia muitas sereias. Então, ordenou aos marinheiros que vedassem os ouvidos com cera para não escutar o canto fatal e amarrou-se ao mastro da embarcação para, assim ouvir as sereias sem perigo. Ao perceber que Ulisses escapara ao encantamento, tomadas de indignação, elas lançaram-se ao mar.
“O que Ulisses faz é um excelente paradigma. Sabendo da força sedutora das sereias, ele resiste e consegue se salvar  do perigo que elas representam.
Nos alerta contra o risco de confundir essência e aparência”.

AMOR E IMORTALIDADE

Nas histórias infantis as sereias são mais doces e transmitem uma lição de generosidade e esperança. Há uma história  real que uma escritora que um humilde pescador que fisgou uma linha fêmea de escamas vermelhas e pela qual se apaixonou. Em vez de mata-la, devolveu-a ao mar e mergulhou com sua amada numa exploração das profundezas do oceano. Fantasticamente, ele fecunda os ovos dela. Antes que os filhotes nascessem, o pescador, que era humano, teve de voltar para a superfície e conformar-se a viver com seus semelhantes. Apesar de procura-la, nunca mais encontrou essa fêmea de escamas vermelhas. Anos mais tarde, vagando pelas águas num barquinho, deparou-se com um ser magnífico, metade gente, metade peixe. Era sua filha, fruto do amor profundo e verdadeiro que jamais havia abandonado seu coração.

SEREIAS BRASILEIRAS

As longo do tempo, o mito da sereia se transformou, fundiu-se com outros e gerou duas importantes entidades do imaginário brasileiro. A temida Iara, que nasceu das tribos tupi-guaranis, atrai os homens para o fundo do mar. Mas é em Iemanjá que nossa sereia encontra maior expressão. Ela é o Orixá feminino das religiões afro-brasileiras, mãe de todas as divindades, rege o mar e os amores, porém não ostenta um rabo de peixe.
Na Bahia, está associada a Nossa Senhora da Conceição, do Carmo, da Piedade, das Candeias, das Dores e do Rosário. A pedra e a concha do mar são seus emblemas e ela carrega, ainda, um leque e uma espada. Vermelho, rosa e azul são suas cores, e suas filhas-de-santo usam pulseiras e contas na forma de pingos d’água. Sua festa anual varia de acordo com a religião: na Bahia, acontece no 2 dia de fevereiro. No Rio de Janeiro, o culto a Iemanjá marca a virada do ano. Milhares de pessoas lotam a beira-mar para fazer pedidops e oferecer flores e presentes. Um ritual de fá, beleza e alegria.

Axé