quinta-feira, 15 de julho de 2010

O PODER DOS CRISTAIS - PARTE 02



COMO TRABALHAR COM OS CRISTAIS

Cornalina o cristal armazena todas as vibrações ao seu redor, e estas podem vir das mais variadas fontes: som, luz, contato físico, pensamento, emoção, etc. Essas vibrações serão amplificadas e podem afetar tudo que entrar em contato com o cristal. Por isso, a primeira coisa a fazer, quando se ganha ou adquire um cristal, é remover toda influência indesejada armazenada nele.

LIMPEZA

* Método do Sal
Este é o método mais conhecido e utilizado.
Lave seu cristal e deixe-o imerso num recipiente de vidro, transparente e incolor, com água e sal marinho. (O sal marinho é facilmente encontrado em lojas de produtos naturais.) Deixe-o por um período de um a sete dias, à luz do sol. Retire-o da água quando notar que ele está mais brilhante, ou quando perceber intuitivamente que ele está limpo. Jogue fora a água. Não beba nem jogue em suas plantas.

* Método da Defumação
Este método, usado pelos índios americanos, é eficaz para purificar seus cristais, a si mesmo, aos outros e o local da casa em que estiver.
Use salva desidratada comprada em loja de especiarias. Coloque-a para queimar sobre alguns pedaços pequenos de carvão, num queimador de incenso ou num prato de material refratário. Se não conseguir a salva, use incenso de sândalo que tem efeito purificador.
Abane ou sopre a fumaça da salva ou do incenso de sândalo sobre o cristal, virando-o para que a fumaça atinja todas as facetas dos cristais. Continue este processo até que o cristal pareça limpo.
Aproveite para abanar a fumaça sobre si, da cabeça aos pés, os outros e todo o aposento para que tudo seja purificado.
Agradeça e ame seu cristal!
Obs: Limpe seus cristais ao menos uma vez por mês. Ou com maior freqüência caso perceba neles uma opacidade interior, ou que parecem pegajosos ao tato ou que a energia está diminuída.

Nenhum comentário:

Postar um comentário