Quando a idade chega


A vida sempre é feita de altos e baixos e são poucas as pessoas que conseguem enxergar que ficarão mais velhos.
Cada dia é uma lição de vida e aprendizado com os mais velhos é pena que muitos filhos não pensam assim, às vezes querem se livrar dos problemas ou mesmo dos trabalhos que os pais possam dar mais se esquecem que um dia eles mesmo deram trabalhos a eles. Conheci uma história muito triste que quero que vocês conheçam para que isso sirva de alerta.
Um casal de idoso morava com seu filho casado e com sua família. A mãe dele por sua vez muito idosa e com mal de Parkinson precisava de muitos cuidados e até dava um certo trabalho, eles fizeram o pai coloca-la num asilo, onde o pai ia todo dia visita-la porque nem o filho nem a nora queria ter trabalho com ela.
O pai por sua vez chorava as escondidas, pois sentia muito a falta da esposa e mesmo o que seu filho lhes fazia, pois até então a casa que eles moravam era do pai, aquele velho que “enchia as paciências”, era essa mesma a linguagem que eles falavam e o senhor ouvia entre as portas.
Todos os dia ainda o pai pedia a Deus que olhasse por seu filho, mais um belo dia o senhor idoso quebrou a perna e precisava que o filho o levasse ao hospital, e o filho por sua vez cheio de problemas no trabalho não agüentava nem ouvir a voz do pai, porque quando ele chegava o pai só queria conversar com ele porque a nora mal olhava em sua cara. Pois bem o velhinho imprestável, era essa a palavra que a nora dizia, foi pedir ao filho que o levasse ao hospital e o filho acabou empurrando o pai e lhe deu um tapa derrubando-o e largou o pai lá e foi embora .A neta correu ao encontro do avô e cuidou dele, levou-o ao hospital, fez-lhe massagens e cuidou dele.
O pai muito triste chorava muito com todo esse mal tratamento, e o filho depois conseguiu ver o que havia feito ao pai chorou muito e quando veio pedir –lhe perdão o pai apenas lhes disse: “isso ficará sempre em sua memória,eu te perdoei mais você jamais esquecerá, eu tirei sua família do desespero e dei um teto a seus filhos, e recebi um tapa na cara, esse foi o meu pagamento?”
Saindo dali chorando o senhor foi vender a casa e foi visitar a esposa no asilo, e disse o acontecido, os dois choraram muito juntos mais resolveram morar lá mesmo no asilo e com o dinheiro da venda da casa compraram um chalé lá dentro e o pessoal cuidariam dos dois, por um preço que estaria nas condições deles.
Passado um tempo, é claro, o filho e a família teria que sair da casa porque eles nem sabiam que o pai havia vendido, o novo proprietário veio dizer que daria apenas noventa dias pra eles saírem,o filho desesperado correu ao pai e ainda insolente lhe perguntou?
-Com que ordem o senhor vendeu a casa? Para onde vamos agora?
O pai lhe respondeu : com minha ordem! Ela era minha e nem em seu nome eu tinha colocado, porque eu sabia que vocês tinham só interesse em mim por ter onde morar, mais olha meu filho, eu lhes agradeço muito a hospitalidade, mais comprei uma casinha com sua mãe e vamos viver nossos dias com quem nos ama, não pelo que temos mais nos ama por aquilo que somos,
O tempo passou, e o filho caiu na real e viu o que havia feito a seus pais, ia todos os dias visita-los, nunca mais tocou-se no assunto.
Passado muitos anos, o casal de idoso adoeceu e por diferença de dias morreram.O filho chorou muito e se arrependeu de tudo que havia feito, pois sua vida era difícil e depois do acontecido piorou cada vez mais.
Um belo dia bateram em sua porta e era uma carta lhe foi entregue, dizendo que havia uma casa para ele que seu pai havia deixado, e essa casa estava alugada e o dinheiro do aluguel estava sendo depositado em um banco, e agora ele teria que regularizar tudo pois era a herança que seus pais havia deixado. Mais uma vez chorou, ajoelhou e pediu a Deus perdão de tudo que fora na vida, pois seus pais humildes, sem estudo, mais sabiam amar e perdoar, ficou dois dias na cama pensativo, mais foi dar as boas novas para esposa que também por sua vez havia e muito maltratado o sogro.
Amigos! O dinheiro compra muita coisa, mais não compra nunca o amor, o respeito, a felicidade.
E o mais importante de tudo isso foi o perdão que esse pai deu ao filho depois de tudo que recebeu dele, e fez com que o filho sofresse sim pra aprender que não se deve gostar de alguém por interesse, e que aqui estamos para amar e perdoar. Espero que isto sirva de lição à muitos filhos que acham que os pais são estorvos, que os pais depois de uma certa idade são velhos, imprestáveis e dão trabalho e nunca se esqueçam que foram eles que lhes deram a vida, trate-os como uma jóia rara, curtiam cada palavra, cada gesto, cada minuto ao lado deles, mesmo que as vezes eles não saibam retribuir, porque o que importa é você ama-los com o coração.
O tempo passa muito rápido e quando eles se forem só ficará a saudade muito grande dos bons momentos, e é claro os exemplos deles deixados.Pense Nisso e nunca deixem o dinheiro ou a posição financeira comprar seu coração.

Axé
Ivanih Bianco
19-3462-9248

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Qual a diferença entre " Oração e Prece "

Frases Budistas - Medite - Parte 01

Rezadeiras - Rezas que afastam o mal.