A Prática Meditativa



  1. Blog Ivanih Bianco
    Consultas com hora marcada, pessoalmente ou por telefone (Pagamento por depósito bancário) Ligue e marque seu horário: 19-3462-9248
    Americana-SP


    Saint Germain


    Depois de haver o controle sobre a mente e as emoções, será fácil causar a expressão de silenciamento do corpo físico que é necessária para que a meditação se torne prática corriqueira.... A princípio, será preciso parar com todas as tarefas para, em uma posição corporal confortável, treinar ao autocontrole dos sentidos e das manifestações da mente. No entanto, após adquirirem-se tais habilidades, o estado meditativo tenderá a se pronunciar a qualquer momento, independente de se estar atarefado com situações ou eventos cotidianos ou inusitados. A mente se tornará estável e as emoções equilibradas, de modo que, em silêncio interior, a pessoa realizará às suas tarefas, expressando seu autocontrole mediante qualquer circunstância.
    Esta é a verdadeira prática meditativa, a qual ilumina à vida de quem dela se faz usuário. Além do que, a paz e a calmaria, que preenchem as situações de quem assim medita, ao longo dos dias e das atividades diárias que precisa realizar, envolvem aos demais, com os quais este que se tornou meditativo venha a contatar. Descobre-se um manancial de harmonia e de paciência naquele que consegue manter-se tranquilo e sereno, na ausência das perturbações da mente material inquisidora e competitiva. Esta ausência tem suas próprias consequências, as quais se fazem evidentes na saúde e no equilíbrio do ser meditativo, que, por seu estado de espírito, se torna, por contraste com outros que não conseguem cultivar a quietude dos pensamentos, alguém que se destaca, devido à lucidez e a bondade que, em geral, demonstra, mediante as mais diversas circunstâncias.
    Mesmo a fala e as intenções se fazem mais equilibradas, porque antes de pronunciar-se, ao fazer uso da prática meditativa, um ser sabe se direcionar às outras pessoas com cautela, bem como entoar pareceres e comentários com profundidade e sapiência. Isso tudo acontece porque as intuições são acessadas automaticamente enquanto se executam as tarefas do dia a dia, pois a mente não atrapalha e elas podem se manifestar, direcionando a própria ação mental. Uma mente equilibrada faz com que o coração se expresse de maneira comedida, sem que haja interferências grosseiras de ideias equivocadas e apressadas, as quais, muitas vezes, fazem com que as pessoas compreendam-se segundo critérios marcados por parcialidade e tendenciosidade.
    Os equívocos da mente inferior agravam aos maus entendidos, que se espalham em meio à sociedade materialista, e diversos são os problemas que as comunidades têm que enfrentar por causa das incompreensões geradas da inaptidão para o controle mental e emocional que a maioria retém. Uma mente barulhenta e teimosa se nega a entender o que extrapola ao entendimento imperfeito dela mesma, esquivando-se das argumentações que podem desmistificá-la ao abrir espaço para que a amistosidade e a empatia se estabeleçam, acalmando as situações. Por outro lado, a mente sob controle pode ser empregada como artifício para a co-criação de ambientes e circunstâncias favoráveis ao cultivo das boas relações. Saber relacionar-se é necessário para que haja adequação da pessoa aos ambientes e às relações, pois a vida em sociedade só pode ser vivida com equilíbrio se houver amizade e camaradagem entre os que vivem a experiência de existir em meio a muitos outros que também existem e que, portanto, também precisam se manifestar como entidades sociais que são.

    Entenda-se, portanto, que o verdadeiro estado meditativo é aquele que se mantém, como estado de unicidade entre corpo, coração e mente. Ele perdura porque resulta do alinhamento entre os corpos inferiores e a sintonização de suas vibrações, e se conquista através da determinação que existe naquele que deseja com sinceridade transformar-se em sábia manifestação do que existe no seu íntimo, e que pode ser acessado apenas por meio da quietude e da introspecção. Tal estado de alinhamento é adquirido a partir das estratégias que direcionam alguém a meditar, mas somente pode ser mantido quando a pessoa enfim desenvolve habilidade de estar sempre atenta ao teor de suas emissões mentais e emocionais e dos seus movimentos e impulsos criativos, de modo a que ela possa então controlar-se continua e dinamicamente.
    Absorvam-se em tais estados meditativos e haverão de transformar-se em pessoas cujos padrões vibratórios se diferenciam dos demais por seu magnetismo circunstanciado em sua Sabedoria e Amor, manifestações estas obtidas do alinhamento com as expressões superiores dos aspectos de si mesmos, com os quais somente estarão aptos a travarem contato a partir do controle de suas mentes, sentimentos e ações. Procurem por tais estados de equilíbrio e os encontrarão, pois eles lhes pertencem desde o início dos tempos, e para sempre permanecerão em vocês, porque são eternos e não transitórios como o são os pensamentos e emoções inferiores, típicos das almas que se encontram em desequilíbrio e, portanto, alheias de tais habilidades existenciais. Tenham certeza que se fortalecerão por meio de tais aptidões que desenvolverão, causando-se a si mesmos muita paz e saúde, Luz e Amor.


    Saint Germain (18/01/2013)
    Fonte: Facebook - Aqui e Agora Meditando


    AXÉ

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Qual a diferença entre " Oração e Prece "

Hoje 22 de Maio - Dia de Santa Rita

É HOJE - DIA DO SENHORES DO CARMA -